Dicas: A retirada da veia safena pode causar algum outro problema? (Parte 2)

Posted on

– Cirurgia para varizes: consiste na retirada cirúrgica da veia varicosa.

De acordo com Guilherme Pitta, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, qualquer pessoa pode ter varizes, mas elas aparecem três vezes mais em mulheres. As contrações musculares em suas pernas inferiores atuam como bombas, e as paredes da veia elástica ajudam o sangue a retornar ao seu coração. Algumas pessoas podem querer ter uma cirurgia para melhorar a aparência das pernas, mesmo que suas varizes não estejam causando outros problemas. Na cirurgia para varizes pélvicas, o médico faz um “nó” nas veias afetadas, fazendo com que o sangue circule apenas nas veias que estão saudáveis. Durante o tratamento para varizes pélvicas, o paciente deve ter alguns cuidados como: Estes cuidados ajudam na compressão das veias e no retorno do sangue para o coração. Assim, o sangue continua circulando por outras veias sem levar ao aumento da pressão por não conseguir passar pela safena. A falta de tratamento das varizes, inclusive nos homens, com o tempo pode acarretar em problemas mais graves, como trombose, flebite, úlcera, perda de pelos e inchaço excessivo nas pernas. Jogar uma ducha fria nas pernas e usar meias de compressão podem ajudar a prevenir o surgimento de novas varizes, além de amenizar os sintomas das já existentes. Isso somente precisa ser realizado quando a pessoa a ser operada tem algum problema de saúde mais sério.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • As veias varicosas tornam-se muito profundas;
  • A pele muda de cor.
  • Aparecem úlceras ou uma dor contínua.

Quando a cirurgia envolve a retirada de apenas algumas veias colaterais e as safenas não precisam ser retiradas, a anestesia pode ser local.

Vou detalhar a técnica de retirada da veia safena interna, por ser mais comum. Após a retirada da veia, é feita uma compressão no local por onde a veia passava para evitar o acúmulo de sangue. As cirurgias de varizes devem ser realizadas sempre por cirurgiões vasculares, e os pacientes que podem se sujeitar a elas são aqueles cujos sintomas indicam doença mais complexa. O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena. No entanto, quando por diferentes motivos o sangue não consegue subir, e se acumula nas veias das pernas e pés, as veias ficam dilatadas e aparecem as varizes. Naquelas incisões que necessitam de pontos (quando há necessidade de retirada de veias safenas, ou grandes varizes), estes são em pequena quantidade e muitas vezes nem precisam ser retirados. Se as safenas já foram retiradas, restaram poucas veias para levar o sangue de volta das pernas para o coração (fisiologicamente). Os principais sintomas que levam as pessoas a optar pela cirurgia para retirada de varizes são dor, inchaço, sensação de peso e cansaço. Uma pergunta que recebo freqüentemente pelos nossos meios de interação ( , , e ) é a respeito da retirada ou não da veia safena na cirurgia de varizes.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

Nesse artigo irei falar um pouco sobre as indicações de safenectomia (retirada da veia safena), alternativas de tratamento e por que ela pode ser retirada.

Infelizmente, a retirada da veia safena pode cursar com complicações. Um dos receios dos pacientes que precisam ser submetidos à retirada da veia safena é quanto à necessidade do uso dessa veia no futuro. Seus resultados são bastante semelhantes em termos de reaparecimento das varizes e melhora dos sintomas quando comparados à retirada da safena por cirurgia tradicional. A retirada da veia safena deve ser realizada apenas nos casos em que a veia apresenta-se dilatada e com refluxo. Se ainda tiver dúvida quanto à retirada da veia safena, converse com o seu Cirurgião Vascular. O sangue passa pelo meio e a pessoa começa a acumular sangue nas pernas. 57 Após irrigar as pernas, o sangue precisa retornar ao coração e, nesse caminho, passa pelo abdome. Com isso, o bombeamento do sangue se torna mais difícil e o sangue tende a se acumular nas veias das pernas, provocando as varizes. As varizes são veias dilatadas e tortuosas, normalmente nas pernas, com sangue acumulado de maneira irregular.

A pessoa com trombose precisa fazer alguma cirurgia nas veias?

  • Hematoma nas pernas;
  • Dores nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna;
  • Infecção das veias;
  • Hemorragia.

As veias ficam dilatadas porque as válvulas que levam o sangue ao coração não funcionam corretamente, retendo e acumulando sangue, e causando consequentemente o alargamento da veia.

Essas além de serem antiestéticas, também deixam escapar sangue e requerem cuidados. Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. Dessa forma, a safena não terá utilidade para uma cirurgia do coração, por exemplo, e deverá ser retirada para completa correção das varizes. Uma safena comprometida, quando não retirada, causa retorno de varizes em curto period após a cirurgia. Mas, às vezes só com cuidados e orientações, a pessoa toca a vida dela sem necessidade de fazer cirurgia”, esclarece Dr. Salim Médico de Família. Quando há doença que acomete as veias safenas, que são longas veias superficiais, pode ser necessário interromper o fluxo de sangue pelos trajetos doentes da veia safena. Isso pode ser conseguido através da retirada da veia safena (safenectomia) ou provocando o fechamento da veia por termoablação (laser ou radiofrequência). • O edema pode permanecer até o terceiro mês após a cirurgia, especialmente onde foi realizado safenectomia (retirada da veia safena). 2- cirurgia de varizes, incluindo a retirada de safenas, realizadas em centro cirúrgico sob anestesia (geral, peridural ou raquianestesia):

Seja para prevenir o aparecimento de varizes ou garantir a eficácia do tratamento escolhido, alguns cuidados relativamente simples fazem diferença.

Os sintomas mais comuns são: A maioria destes sintomas pode piorar quando a pessoa permanece por muito tempo em pé ou sentado. As Veias profundas conduzem o sangue a veia cava inferior que é a maior veia de seu corpo e que faz o retorno do sangue venoso ao seu coração. Há alguns tipos de cirurgia de varizes: desde retirada das veias maiores e danificadas até aplicações nesses vasos ou as cirurgias a laser. Varizes mais grossas podem surgem por várias causas: Quando há o acometimento das veias safenas, muitas vezes se impõe o tratamento dessas veias. Quanto a isso ainda não há o que fazer, exceto operar quantas vezes for necessário evitando ter na velhice uma doença (varizes) que pode trazer complicações desagradáveis. Portanto, pelo exposto, não há qualquer inconveniente em operar as varizes quantas vezes for necessário, enquanto o paciente tiver condições clínicas para tal! Todas essas veias juntas só carregam 10% do volume do sangue, por isso quando as retiramos, ainda que as safenas, não há prejuízo para a circulação. Existem atualmente várias técnicas pata tratamento curativo de varizes, que incluem o uso de meias elásticas compressivas, escleroterapia, safenectomia cirúrgica, flebotomia ambulatorial ou ablação da veia safena. Por outro lado, quem tem as veias safenas normais, mas mesmo assim tem varizes, não precisa retirar as safenas!

Isso mesmo: nessas cirurgias a veia safena não é retirada e sim queimada!

A escleroterapia com espuma é uma injeção de um remédio na veia safena ou nas outras varizes superficiais, que é realizada, geralmente, guiada pelo aparelho de ultrassom. Após esta inflamação, a veia vai cicatrizar e perder a sua luz, sendo assim não irá mais passar sangue por ela. A cirurgia pode ser só nas varizes aparentes (as chamadas varizes colaterais) ou pode ser necessário operar também as safenas. Se você não pode ou não quer operar ainda dá para fechar a veia safena e as veias colaterais através da injeção de espuma de polidocanol. Há um estudo publicado por pesquisadores da Nova Zelândia em 2004 que realizou acompanhamento rigoroso com em 377 pacientes que realizaram retirada da veia safena. - o individuo tem doenças no coração, como insuficiência cardíaca ou problemas no sangue como trombofilia ou varizes; Então, ao fechar as veias safenas e fechando o refluxo das veias safenas, nosso sistema venoso profundo tem menos sangue para bombear e pode funcionar melhor. As meias de compressão ajudam o sangue a circular normalmente e aliviam os sintomas das varizes. Para as varizes relacionadas à problemas na veia safena, a ainda é uma excelente opção. Muitos pacientes têm dúvidas quanto à necessidade de se operar as safenas no caso da cirurgia de varizes. Nos casos de varizes superficiais, é possível injetar drogas para necrosar as veias a fim de que não mais conduzam sangue. Nos casos mais sérios, entretanto, para evitar dores, inchaço e problemas de pele, alguns cuidados devem ser tomados: * Evite ficar de pé, parado na mesma posição, por muito tempo.