Dicas: A retirada da veia safena pode causar algum outro problema? (Parte 1)

Posted on

Existem situações onde é necessário tratar a uma veia de maior porte, de maior diâmetro e mais extensa, chamada veia safena.

Já no tratamento por laser ou radiofrequência, chamados de tratamentos minimamente invasivos, não se retira a veia. Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. Após a remoção de varizes por cirurgia, veias que são retiradas não voltam mais. A cirurgia convencional de varizes consiste na intervenção para a remoção das veias que estão extremamente dilatas e doentes, especialmente a Safena. Embora também seja menos invasiva e tenha recuperação mais rápida, essa técnica acaba não sendo muito utilizada por não possibilitar o tratamento de outras veias que não sejam a safena. As varizes podem atingir tanto homens quanto mulheres, embora sua aparição em mulheres seja mais comum, devido aos efeitos hormonais. O pós-operatorio não necessita de imobilização e varia entre uma a duas semanas de repouso, isso dependendo da quantidade de varizes, ou necessidade da retirada de safena. data-ad-format=“autorelaxed”> Uma pergunta muito frequente é a respeito da necessidade da retirada cirúrgica das veias safenas. A maioria dos cirurgiões não retira a veia safena quando esta apresenta diâmetro normal e pouco ou nenhum refluxo.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Preço: cerca de 1000 reais, podendo variar de acordo com o médico e clínica selecionados.

4.E se eu retirar a veia safena e precisar de cirurgia do coração?

Conforme o que conversamos a retirada das veias safenas é necessário nas veias muito dilatadas e tortuosas, possui riscos assim como benefícios, felizmente as complicações são pouco frequentes. A cirurgia através do endolaser (laser endovenoso) é um método minimamente invasivo, no qual a cirurgia é realizada para tratar dilatações venosas, principalmente nas veias safenas e veias perfurantes. As varizes são veias insuficientes, que se tornam dilatadas e tortuosas devido a problemas que ocorrem no retorno do sangue das pernas para o coração. Esta operação também é conhecida como cirurgia tradicional e é utilizada no caso de varizes mais profundas ou grandes. Nestes casos, o médico faz um corte na perna e remove toda a veia safena, que não está funcionando corretamente. Sempre que possível é bom preservar as safenas, principalmente a safena interna, pois pode ser usada para uma ponte safena no coração. Além disso, existem diferentes tipos de cirurgia para retirar varizes, sendo que nenhuma garante um resultado 100%. Os principais sintomas que levam as pessoas a optar pela cirurgia para retirada de varizes são dor, inchaço, sensação de peso e cansaço. Existe ainda a possibilidade de tirar a veia safena, sendo que esse procedimento apenas acontece se ela não estiver mais funcionando de maneira adequada.

A retirada da veia safena pode causar algum outro problema?

  • Cirurgia para retirada da safena

Quando a cirurgia envolve a retirada de apenas algumas veias colaterais e as safenas não precisam ser retiradas, a anestesia pode ser local.

Neste caso, é realizada uma injeção de anestésico no local onde será feito cada pequeno corte na perna para a retirada da veia. Mas, alguma vezes, é necessário retirar a veia safena interna (ou magna)  ou a veia safena externa (ou parva). Vou detalhar a técnica de retirada da veia safena interna, por ser mais comum. Através da dissecção da gordura que há embaixo da pele, o cirurgião acha a veia safena. Após a retirada da veia, é feita uma compressão no local por onde a veia passava para evitar o acúmulo de sangue. O curativo da cirurgia de varizes é feito com pequenos pedaços de fita adesiva que fecham os orifícios de retirada das veias colaterais. Chegando ao médico, ele mandou fazer exames e diagnosticou que eu tinha a veia da safena entupida e teriam que tirá-la”. Basante passou por cirurgia em julho para retirar as safenas das duas pernas, mas o problema não foi resolvido. A cirurgia de varizes é um tratamento que consiste em retirar completamente as varizes dos membros inferiores, existindo diversos tipos de procedimentos cirúrgicos diferentes.

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

E se, mesmo assim, você não se convencer a operar suas varizes, mostrarei alguns à cirurgia.

Morrer durante uma cirurgia de varizes é muito , porém, no Brasil, esse receio é disseminado especialmente devido a um caso que ficou muito famoso na década de 80. Era um estudo sobre cirurgia em paciente que já haviam retirado a safena e apresentaram novas varizes na região da virilha (os vasculares chamam isso de ). Existem 15 casos de relatados em toda a história da cirurgia vascular devido a complicações de cirurgia de varizes. Há um estudo publicado por pesquisadores da Nova Zelândia em 2004 que realizou acompanhamento rigoroso com em 377 pacientes que realizaram retirada da veia safena. Dessa forma, a safena não terá utilidade para uma cirurgia do coração, por exemplo, e deverá ser retirada para completa correção das varizes. Uma safena comprometida, quando não retirada, causa retorno de varizes em curto period após a cirurgia. A safena é uma grande veia que vai da virilha, passa pelo joelho, onde se divide em duas, a safena magna e a safena parva, que continuam até os pés. • O edema pode permanecer até o terceiro mês após a cirurgia, especialmente onde foi realizado safenectomia (retirada da veia safena). 2- cirurgia de varizes, incluindo a retirada de safenas, realizadas em centro cirúrgico sob anestesia (geral, peridural ou raquianestesia):

Com o aparecimento dos tratamento de varizes com laser e radiofrequência, no caso para as veias safenas, diminuiu-se a necessidade e tempo de repouso, recomendando-se andar já em 24 horas.

Varizes mais grossas podem surgem por várias causas: Quando há o acometimento das veias safenas, muitas vezes se impõe o tratamento dessas veias. Temos algumas opções para tratamento das veias safenas: A cirurgia convencional e a termoablação. Quando se termina, deve fazer-se um controlo ecográfico para confirmar a obliteração da veia safena e a permeabilidade dos vasos profundos. Dr. Ricardo J. Gaspar Muitos pacientes têm dúvidas quanto à necessidade de se operar as safenas no caso da cirurgia de varizes. Isso sem mencionar que a veia safena pode ser usada em outro momento para reconstruções arteriais em pacientes traumatizados ou em doentes coronarianos (a famosa “ponte de safena”). Nesses casos o tratamento cirúrgico dessas colaterais pode diminuir a sobrecarga gerada na safena e com isso tornar seu funcionamento mais eficiente. É uma veia longa que se extende do tornozelo à virilha (safena magna), podendo estar indicada apenas a ressecção parcial dela. Uma pergunta que recebo freqüentemente pelos nossos meios de interação ( , , e ) é a respeito da retirada ou não da veia safena na cirurgia de varizes. Nesse artigo irei falar um pouco sobre as indicações de safenectomia (retirada da veia safena), alternativas de tratamento e por que ela pode ser retirada.

A maioria dos cirurgiões não retiram a veia safena quando esta apresenta diâmetro normal e pouco ou nenhum refluxo.

Infelizmente, a retirada da veia safena pode cursar com complicações. Um dos receios dos pacientes que precisam ser submetidos à retirada da veia safena é quanto à necessidade do uso dessa veia no futuro. Esses cirurgiões acreditam que, mesmo quando existe refluxo na veia safena, em alguns casos é possível eliminar as causas desse refluxo melhorando a função da veia. Seus resultados são bastante semelhantes em termos de reaparecimento das varizes e melhora dos sintomas quando comparados à retirada da safena por cirurgia tradicional. A retirada da veia safena deve ser realizada apenas nos casos em que a veia apresenta-se dilatada e com refluxo. Se ainda tiver dúvida quanto à retirada da veia safena, converse com o seu Cirurgião Vascular. Com certeza ele irá esclarecer o motivo pelo qual a safena deve ser retirada no seu caso. O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena. Por meio da cirurgia de varizes a laser não é necessário remover a veia. Como é feito o procedimento da cirurgia a laser de varizes ou safena? Veia Safena: A veia safena interna é a mais longa veia do corpo humano porque vai da parte interna do tornozelo até a virilha. Há uma outra veia safena, que é menor e é chamada de safena externa, que fica localizada na parte de trás da perna sob a panturrilha. Naquelas incisões que necessitam de pontos (quando há necessidade de retirada de veias safenas, ou grandes varizes), estes são em pequena quantidade e muitas vezes nem precisam ser retirados. Mais comum quando a safena é retirada; d) Edema (“inchaço”) quando começar a ficar mais tempo em pé.