Receita Caseira: Cirurgia de Varizes: cirurgia com laser, cirurgia tradicional e microcirurgia (Parte 1)

Posted on

– Cirurgia para varizes: consiste na retirada cirúrgica da veia varicosa.

A cirurgia através do endolaser (laser endovenoso) é um método minimamente invasivo, no qual a cirurgia é realizada para tratar dilatações venosas, principalmente nas veias safenas e veias perfurantes. As varizes são veias insuficientes, que se tornam dilatadas e tortuosas devido a problemas que ocorrem no retorno do sangue das pernas para o coração. A vedação das veias superficiais afetadas, como por exemplo a veia safena magna,é obtida usando-se um agente adesivo, sob anestesia local levado ate onde for necessário através de um cateter. Diversos testes mostraram que o dispositivo é seguro e eficaz para a oclusão da veia safena, no tratamento de varizes sintomáticos das pernas, segundo comunicado àimprensa distribuído pela FDA. Quando a cirurgia envolve a retirada de apenas algumas veias colaterais e as safenas não precisam ser retiradas, a anestesia pode ser local. Vou detalhar a técnica de retirada da veia safena interna, por ser mais comum. Sim, o laser endovenoso deve ser usado nas safenas, e pode ser usado em outras veias doentes também, como as perfurantes insuficientes e outras veias menos famosas. A complicação mais séria, descrita em cerca de 1% dos procedimentos, é a ocorrência de trombose venosa profunda como resultado da extensão do trombo para a veia femoral. Qualquer veia pode ficar varicosa, mas é mais comum as varizes afetarem as pernas e pés.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

Naquelas incisões que necessitam de pontos (quando há necessidade de retirada de veias safenas, ou grandes varizes), estes são em pequena quantidade e muitas vezes nem precisam ser retirados.

O arco venoso dorsal, no qual desaguam as veias metalarsicas dorsais, continua com a veia safena magna (interna), medialmente, e a veia safena parva (externa), lateralmente. A veia femoral ascende e recebe a drenagem da veia femoral profunda e, após essa união, passa a chamar-se veia femural comum. Estas veias de grande calibre têm capacidade contrátil limitada, quando comparadas com a veia safena interna, que possui parede espessa. O fluxo proximal de sangue através da veia femoral extravasa para a veia safena e flui distalmente. da veia profunda e as válvulas das veias perfurantes Entretanto, vários estudos têm demonstrado a vantagem da retirada na prevenção de recorrência de veias varicosas. Os pacientes foram randomizados em grupos para retirada da veia safena durante operação de varizes versus a ligadura da junção safeno-femoral, com incisões e exerese das varizes. Foi recentemente adicionado ao arsenal para tratamento das veias varicosas a ablação por radiofreqüência da veia safena. É importante o fato de a incompetência primária, profunda, não-trombótica (veias femoral superficial e poplítea) poder acompanhar o refluxo superficial.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Preço: dependendo da complexidade da cirurgia, o valor pode variar entre os 1000 e os 2500 reais.

própria veia femoral profunda competente.

As veias safenas mais regularmente encontradas são a veia safena magna (ou safena interna), a veia safena parva (ou safena externa) e as veias safena acessórias (anterior e posterior). Dentre as veias safenas supracitadas, a mais comumente acometida por refluxo é a veia safena magna. Outro dado relevante é o comprometimento das válvulas que comunicam a veia safena, superficial, com uma veia profunda, femoral comum ou poplítea. Nesses casos, podemos selecionar pacientes cujas varizes podem ser tratadas sem a necessidade de tratamento direto (Ablação térmica, química ou Extração cirúrgica) sobre a veia safena. A cirurgia convencional de varizes consiste na intervenção para a remoção das veias que estão extremamente dilatas e doentes, especialmente a Safena. Embora também seja menos invasiva e tenha recuperação mais rápida, essa técnica acaba não sendo muito utilizada por não possibilitar o tratamento de outras veias que não sejam a safena. O tratamento de Cirurgia a Laser é mais indicado quando as veias doentes sao as tronculares e as veias safenas. Como é feito o procedimento da cirurgia a laser de varizes ou safena? A veia ou safena é fechada, perdendo sua função, e o organismo se encarrega de desviar o sangue que passava por ali para outras veias saudáveis.

  • Suave Compressão (13 – 17 mmHg) - Para quem sente dores leves no final do dia ou busca prevenção de doenças venosas nas pernas.

O tratamento de Cirurgia a Laser e da radiofrequência são mais indicados em casos das veias doentes tronculares, e veias de maior calibre como a veia safena.

A maioria dos cirurgiões não retira a veia safena quando esta apresenta diâmetro normal e pouco ou nenhum refluxo. O aparecimento de uma variz, pode originar novas varizes, porque a pressão dentro da veia vai-se transmitindo às outras veias adjacentes. Existe ainda a possibilidade de tirar a veia safena, sendo que esse procedimento apenas acontece se ela não estiver mais funcionando de maneira adequada. Preservação da veia safena magna na cirurgia de varizes dos membros inferiores. Também pode ser utilizada a Escleroterapia com Espuma Ecoguiada para casos selecionados.Cada técnica tem sua indicação e o cirurgião vascular é a pessoa mais qualificada para escolher o melhor tratamento. Cirurgia Convencional Retirada das veias varicosas através de micro-incisões e agulhas de crochê, na maioria dos casos sem necessidade de pontos. As veias de grande calibre, como a safena, não são retiradas, e sim, desligadas do corpo por fotocoagulação através do laser transmitido por uma microfibra ótica. Quando a trombose ocorre em uma veia mais profunda chama-se Trombose Venosa Profunda (TVP) e ocorre em uma ou mais veias localizadas geralmente nas pernas. Há alguns tipos de cirurgia de varizes: desde retirada das veias maiores e danificadas até aplicações nesses vasos ou as cirurgias a laser.

Cirurgia de varizes convencional Consiste na retirada cirúrgica das varizes nos membros e, se necessário, das veias safenas magna e parva (safenectomias).

É o tratamento de escolha para varizes muito grandes, com dilatação acentuada das veias safenas. Já no tratamento por laser ou radiofrequência, chamados de tratamentos minimamente invasivos, não se retira a veia. Hoje, até em cirurgias envolvendo a retirada da safena ou tratamento com laser ou radiofrequência utilizo esta anestesia. Uma safena comprometida, quando não retirada, causa retorno de varizes em curto period após a cirurgia. Todo ano, mais de 1,5 milhões de americanos procuram tratamento para problemas relacionados à varizes, sendo que 23 destes pacientes apresentam sintomas decorrentes do refluxo da veia safena. Existem atualmente várias técnicas pata tratamento curativo de varizes, que incluem o uso de meias elásticas compressivas, escleroterapia, safenectomia cirúrgica, flebotomia ambulatorial ou ablação da veia safena. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. “Podem surgir complicações como flebites, inflamações nas veias com formação de coágulos (uma espécie de trombose) e úlceras varicosas, feridas de difícil cicatrização”, alerta o cirurgião vascular. Para o tratamento de varizes profundas, o indicado é a remoção cirúrgica das veias afetadas, por meio de pequenas incisões na pele, laser ou radiofrequência.

“Um jovem que tem muitas veias varicosas tem boas chances de, mesmo depois da cirurgia, voltar a ter varizes ao longo da vida.

A veia safena externa (ou parva), começa atrás do outro tornozelo (maléolo lateral), terminando na maioria das vezes em outra veia profunda, a veia poplítea, que fica atrás do joelho. As veias safenas podem ser usadas para tratar diversos problemas de circulação, fazendo pontes para resolver uma obstrução de artéria importante. Quando há doença que acomete as veias safenas, que são longas veias superficiais, pode ser necessário interromper o fluxo de sangue pelos trajetos doentes da veia safena. Isso pode ser conseguido através da retirada da veia safena (safenectomia) ou provocando o fechamento da veia por termoablação (laser ou radiofrequência). • O edema pode permanecer até o terceiro mês após a cirurgia, especialmente onde foi realizado safenectomia (retirada da veia safena). Com o aparecimento dos tratamento de varizes com laser e radiofrequência, no caso para as veias safenas, diminuiu-se a necessidade e tempo de repouso, recomendando-se andar já em 24 horas. O tratamento médico e cirurgia de varizes são usados para remover as veias varicosas ou para fecha-las. Remover ou fechar uma veia varicosa geralmente não ocasiona problemas de circulação porque o sangue encontra rotas por outras veias. Essa cirurgia de varizes usa uma câmera minúscula ao final de um tubo fino que se move através das veias varicosas.

O objectivo principal na cirurgia de varizes é tratar primeiro a causa das varizes, na maioria dos casos incompetência das veias safenas.

Especialmente nos casos em que a veia safena precisa ser tratada, o laser se mostra superior à cirurgia tradicional de safenectomia (saiba mais sobre esta cirurgia no post “ “). Nos casos em que existem varizes maiores e insuficiência da veia safena, o laser também pode ser empregado. Porém, neste caso, o laser é utilizado durante a cirurgia, num procedimento que chamamos de termoablação da veia safena com laser. Por dentro desta agulha é passada uma fibra ótica até próximo da junção da veia safena com a veia femoral, na altura da virilha, tudo guiado pelo aparelho de ultrassom. Nesse ponto os cirurgiões vasculares entram em consenso: SIM, o tratamento das veias safenas com laser é melhor do que a retirada convencional da veia (safenectomia). Em outras palavras, para quem tem insuficiência de veias safenas, o melhor tratamento existente hoje no mundo é a termoablação com laser. O que diferencia o tratamento de varizes por Laser Endovenoso do tratamento convencional de retirada da Safena (Safenectomia)? Isto pode eliminar os hematomas e dor, muitas vezes associada a safenectomia (geralmente resultante da ruptura de veias colaterais e perfurantes enquanto a veia safena é puxada). Por estas razões, a veia safena deve seguir rigorosas seleções para serem retiradas nas cirurgias de varizes dos membros inferiores.

A cirurgia a laser das varizes, assim como a radiofrequência, na maioria das vezes inutiliza a safena.

De acordo com artigos médicos, tanto pela eficácia quanto pelo preço, o laser pode ser a quarta alternativa de tratamento, superado pelas cirurgias, pela escleroterapia e pela radiofrequência. Varizes com indicação de tratamento cirúrgico Na cirurgia de varizes, as veias são retiradas por pequenas incisões escalonadas. Varizes mais grossas podem surgem por várias causas: Quando há o acometimento das veias safenas, muitas vezes se impõe o tratamento dessas veias. Uma pergunta que recebo freqüentemente pelos nossos meios de interação ( , , e ) é a respeito da retirada ou não da veia safena na cirurgia de varizes. Nesse artigo irei falar um pouco sobre as indicações de safenectomia (retirada da veia safena), alternativas de tratamento e por que ela pode ser retirada. Seus resultados são bastante semelhantes em termos de reaparecimento das varizes e melhora dos sintomas quando comparados à retirada da safena por cirurgia tradicional. Se ainda tiver dúvida quanto à retirada da veia safena, converse com o seu Cirurgião Vascular. São descritos como complicações das Cirurgias de Varizes : - Lesão da artéria ou veia femoral, na safenectomia da magna. Qualquer veia pode tornar-se uma variz, mas as veias mais comumente afetadas são aquelas nas pernas e nos pés. Em 1999, a energia da radiofrequência foi usada pela primeira vez para tratar a veia safena por dentro e logo após o laser foi utilizado da mesma maneira. Logo após o procedimento ou numa consulta posterior, o seu cirurgião vascular pode realizar um outro procedimento para a retirada das veias dilatadas na pele ou as veias reticulares. Muitas vezes entretanto, o tratamento da veia safena é realizado primeiro como um passo inicial para depois ter sucesso no tratamento das outras veias. Até pouco tempo, o principal tratamento cirúrgico era a remoção das veias varicosas, inclusive da veia safena magna que constitui o principal eixo de drenagem venosa superficial. CONCLUSÃO A valvuloplastia externa da veia safena magna apresenta vantagens e representa novidade no arsenal terapêutico do cirurgião vascular. O tratamento a laser: Neste tipo de tratamento de varizes, o médico primeiro identifica as veias a ser tratado. Uma das técnicas mais utilizadas em cirurgia vascular é a excisão da veia, ou seja, a extracção das veias afectadas em que as válvulas apresentam insuficiência.