A retirada da veia safena pode causar algum outro problema? (Parte 3)

Posted on

Varizes são veias alargadas que incham e podem ser visíveis a olho nu, que representam um problema de beleza, tanto em homens como em mulheres.

Juliana Puggina Cirurgia Vascular e Endovascular CRM-SP 134.963 As varizes, apesar de serem mais comuns nas pernas, também podem acometer as veias da região pélvica. O refluxo nas veias da região pélvica podem, inclusive, ser causa de reaparecimento de varizes nas pernas daquelas mulheres que já realizaram cirurgia para varizes. Diferente do que muitas mulheres acreditam os vasinhos não se transformam em varizes, são problemas diferentes com tratamentos diferentes. Além dos recursos oferecidos pela medicina tradicional, dois ingredientes que tem em casa podem ajudar - e muito - na luta contra a varizes. Calógero Presti – Há dois grupos de pessoas com varizes: as que devem e podem ser operadas e aquelas que por algum motivo não devem ou não querem ser operadas. As varizes devem ser tratadas como problema de saúde, além do aspecto estético. Além disso, as varizes exigem um tratamento especial, porém, com algum esforço, é possível sim dar um fim nesse problema. Muitas mulheres possuem problemas relacionados as varizes nas pernas e com isso ficam limitadas de usar saias, vestidos e até ir ao clube sem sentir vergonha. Por este motivo é que se propõe o Tratamento Continuado de Varizes, que controla o problema estético e a doença conforme se manifestem.

Praticar atividade física é uma das formas de prevenir o problema. Se não tratadas, as varizes podem levar a complicações mais graves, como a trombose

  • Dores nas pernas e na panturrilha
  • Sensação de formigamento em algumas partes do corpo
  • Surgimento de varizes
  • Inchaço
  • Coceira

Enquanto na cirurgia tradicional o médico retira as varizes, no laser e na radiofrequência as varizes são eliminadas com o calor, que “queima” a parede e obstrui a veia.

A escleriterapia é feita com aplicações de substâncias que secam os pequenos vasos, enquanto o laser destrói os vasos com o calor, sem causar danos. De acordo com Guilherme Pitta, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, qualquer pessoa pode ter varizes, mas elas aparecem três vezes mais em mulheres. Quem sofre com varizes deve ir ao médico vascular, que indicará o melhor tratamento para cada caso. Quem já tem varizes pode fazer algum tratamento/cuidado paliativo para resolver o problema ou apenas a cirurgia resolve? “Nos casos em que o cirurgião vascular diagnosticar varizes, salvo problemas de saúde que impeçam a cirurgia, a retirada é indicada para melhora do retorno venoso”, comenta Carolina. Mulheres estão mais propensas a sofrer com os vasinhos devido às inúmeras alterações hormonais. Algum grau de flebite é inerente ao próprio método terapêutico, uma vez que ocorre uma lesão “controlada” da parede da veia, pelo calor. As micro varizes também podem ser tratadas com a escleroterapia, esse procedimento seca as varizes que traz excelentes resultados estéticos. Mas sim, mulheres são mais propensas a sofrer com varizes do que os homens.

Aquelas veias dilatadas que incomodam muitas mulheres surgem com mais frequência no calor – assim como os sintomas de dor, inchaço, perna cansada…

  • Cirurgia para varizes
  • Tratamentos de varizes
  • Creme para varizes
  • Pomada para Varizes
  • Micro varizes
  • Varizes tem cura?
  • Remédio para varizes

Varizes são denominadas como aquelas veias deformadas que surgem ao longo das pernas, podendo causar dores e inchaço, principalmente nas mulheres.

Apesar de mais comuns em mulheres, as varizes — veias dilatadas, geralmente, nas pernas e nos pés — também podem afetar os homens. As telangiectasias, nome científico dos vasinhos nas pernas, podem ser sinal de problemas mais graves em veias maiores do sistema circulatório que os médicos angiologistas chamam de varizes. Você pode tratar os vasinhos nas pernas e as varizes em qualquer clínica que tenha um médico Angiologista ou Cirurgião Vascular ou Endovascular. Este problema pode acometer tanto mulheres quanto homens, causando sinais arroxeados na perna e em alguns casos a dor. Traumas – qualquer pessoa que venha a sofrer algum tipo de lesão que prejudique as veias, pode ter varizes. Além dos recursos oferecidos pela medicina tradicional, dois ingredientes que você tem em casa podem ajudar – e muito – na luta contra a varizes. Este problema pode ser influenciado por situações e fatores diversos: Sexo: O sexo feminino é o que mais sofre com as varizes. A diminuição da pressão dentro dos vasos das pernas reduz o volume das varizes e evita a formação de novas, resolvendo problemas com varizes muito grandes e vasinhos, por exemplo. A falta de tratamento das varizes, inclusive nos homens, com o tempo pode acarretar em problemas mais graves, como trombose, flebite, úlcera, perda de pelos e inchaço excessivo nas pernas.

  • Mude de posição a cada meia hora. Caminhe quando possível ou fique de pé e alongue os braços e as pernas a cada meia hora.

Horaios Estética Mesmo que as mulheres sejam as mais atingidas pelas varizes, os homens também podem apresentar esse problema circulatório.

Olá, {{$root.consumidor.nomeCompleto}} Um homem sofre com dores nas perna há nove meses. Angiologia e Cirurgia Vascular: o ramo da medicina especializado em doenças circulatórias periféricas como varizes, erisipela, flebites, aneurismas, gangrenas e tromboses venosas. E para desfrutar da praia, do sol e da viagem, é fundamental cuidar das pernas tratando as varizes. O verão está chegando e, para espantar o calor da estação mais quente do ano, muitas mulheres desejam usar saias, vestidos e roupas que deixam as pernas de fora. Tratar varizes significa que elas devem ser retiradas – como são vasos que perderam sua elasticidade, não há formas de reverter o problema. Você estava descontente com seus vasinhos e procurou um cirurgião vascular para resolver seu problema. Vasinhos e varizes são mais comuns em mulheres: aproximadamente 15% delas têm ou vão ter ao longo da vida em algum grau. Estudos mostram que para cada 4 mulheres com o problema, há um homem. Estima-se que uma em cada 5 mulheres e um em cada 15 homens seja portador deste problema vascular.

Se você tem dores nas pernas, procure um cirurgião vascular para realizar uma avaliação e afastar os problemas da circulação.

América - São Paulo/SP A população que sofre com problemas de varizes terá acesso a um procedimento inovador que elimina os vasos em até quatro aplicações. Mas, em pouco tempo, como a veia alimentadora não era tratada, o problema ressurgia, e as mulheres nos procuravam para fazer muitas outras sessões — conta o médico. O mais indicado para prevenir e minimizar o problema são os exercícios físicos, e quanto mais direcionados para as varizes maiores as chances de não sofrer tanto com esse mal! Segundo o ginecologista José Bento, alterações hormonais também podem aumentar o risco de varizes e inchaço nas pernas e, por isso, esses problemas são mais comuns nas mulheres. As varizes nas pernas são um problema que atinge uma grande parte dos Brasileiros, tanto homens como mulheres sofrem desse mau. Sim, o aspeto das pernas pode sofrer uma degradação importante e irreversível, mas o problema vai frequentemente para além disso. O problema é que se for usado por muito tempo ele pode ocasionar as varizes, que além de comprometerem a saúde também podem prejudicar a estética das pernas. Entretanto, a grande maioria dos vasinhos deságua em uma veia maior que também está insuficiente (doente) – veja a foto que mostra as microvarizes conectadas aos vasinhos da coxa. Qualquer pessoa pode sofrer de varizes, e tal acontece quando o sistema circulatório não está a funcionar correctamente, sendo alterado por algum motivo.

É sempre recomendado procurar um cirurgião vascular para saber se os vasinhos não são nutridos por varizes matrizes ou nutrícias, que podem representar um problema mais sério.

😩 Só quem sofre com varizes sabe como é chato e o quanto esse problema pode limitar a nossa qualidade de vida. De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular, 30% dos homens e 45% das mulheres sofrem com o problema, que normalmente aparece após os 30 anos. O ideal é que pacientes com varizes adquiram o hábito de vestir as meias diariamente, ainda mais se precisam permanecer muito tempo em pé ou sentados por algum motivo. Estima-se que uma em cada cinco mulheres e um em cada 15 homens seja portador desse problema vascular. Nas mulheres, além da já comprovada maior incidência de varizes, os fatores que causam esse problema vascular também são maiores. O tratamento para quem sofre mais com as varizes é basicamente igual para homens e mulheres. A dor na perna de causa vascular pode ter basicamente duas razões: circulação arterial deficiente ou um problema no retorno do sangue venoso. As varizes são um problema que assombra a grande maioria das mulheres por questões estéticas, pelas dores, coceiras e outros incômodos que elas podem causar. E não pense que elas causam apenas problemas estéticos, as varizes além de fortes dores e incômodos também podem causar, em casos mais graves, coágulos e bloqueios nas veias. Uma pessoa que sofre de varizes pode apresentar outros sintomas, como dores e câimbras nas pernas e inchaço nos pés.